Saiba prevenir e identificar as alergias durante a primavera

Dia 22 de setembro marca o início da primavera. Para muitos, a estação mais bela do ano, mas para outros uma verdadeira tortura.

compartilhe

Dia 22 de setembro marca o início da primavera. Para muitos, a estação mais bela do ano, mas para outros uma verdadeira tortura. É que durante a primavera acontece a polinização, desprendimento do pólen das flores, o que aumenta a incidência de alergias, como rinite, bronquite, sinusite e asma. Além disso, o aumento da temperatura e a umidade ocasionam a proliferação de fungos, ácaros e bactérias, que podem ocasionar doenças como conjuntivite e dermatite alérgica.

A região Sul é a mais afetada com essas doenças, já que possui suas estações bem definidas. De acordo com a Associação Brasileira de Alergia e Imunologia, grande parte das pessoas sofre com a chegada da primavera, sem saber que se trata de uma alergia, pois os sintomas lembram muito aos resfriados e gripes.

Fique atento aos sintomas das doenças respiratórias:

 Espirros frequentes
 Coceira no nariz, olhos e garganta
 Olhos e nariz vermelhos
 Tosse constante
 Nariz entupido
 Chiado no peito
 Expectoração

Para evitar as alergias é importante seguir algumas recomendações:

  • Mantenha as janelas de casa fechadas para evitar a entrada de ar em excesso. Mas é importante abrir um pouco, pelo menos uma vez ao dia, para arejar o ambiente.
  • Lave o nariz com soro fisiológico, pelo menos, uma vez ao dia, para tirar as impurezas e diminuir o efeito do pólen e da poeira nas vias respiratórias.
  • Evite frequentar jardins ou locais com muito vento, flores e árvores.
  • O uso de óculos de sol ajuda a diminuir o contato dos olhos com o pólen.
  • É importante secar as roupas no sol para eliminar microrganismos (ácaros) que podem se acumular no tecido.
  • Forre o colchão e o travesseiro com material impermeável para evitar o contato com outros causadores de alergias como ácaros e mofos. O ideal é usar colchão e travesseiro de espuma. O maior causador de alergia é o travesseiro de pena.
  • Evite carpetes, cortinas e brinquedos de pelúcia.
  • Cuidado ao manusear produtos de limpeza. Alguns podem irritar a mucosa nasal e devem ser evitados durante essa estação. Uma boa alternativa são os produtos biodegradáveis, que são menos irritantes.
  • Procure não usar descongestionantes nasais. Eles aliviam o problema por um determinado tempo, mas aumentam o inchaço nasal e acabam provocando ainda mais coriza. O uso contínuo do produto também pode causar rinite.
  • O ar-condicionado em temperatura ambiente pode ser um grande aliado no combate às alergias, pois retém as partículas prejudiciais em seu filtro. Porém, é importante limpar bem o filtro e fazer manutenção constante no aparelho.
  • É possível fazer um tratamento preventivo com antialérgicos. Métodos por inalação (oral ou nasal) protegem o organismo das substâncias que causam as alergias nesta época do ano. Consulte um especialista para saber qual o tratamento mais adequado.

Fonte: Associação Brasileira de Alergia e Imunologia